Bancada do Ceará destina R$ 150 milhões para Cinturão das Águas   | Odorico Monteiro
15 de outubro de 2015

Bancada do Ceará destina R$ 150 milhões para Cinturão das Águas  

20151013_214512

A bancada federal reuniu-se em Brasília ontem (14/10) e definiu que a emenda impositiva de bancada indicada ao orçamento da União para o ano de 2016, no valor de R$ 150 milhões, será destinada ao Cinturão da Águas do Ceará (CAC). Também serão priorizados o anel viário de Fortaleza e o custeio da saúde.

O deputado Odorico Monteiro, coordenador adjunto da bancada, ajudou a construir o consenso em torno da proposta junto aos deputados cearenses para que os recursos sejam aplicados em projetos estruturantes de mitigação da seca no Estado.

“O Ceará vive uma das mais graves crises hídricas de sua história. Por isso, defendo que a bancada não pulverize os recursos das emendas e aplique-os na garantia de água em quantidade e qualidade ao povo cearense”, justificou Odorico.

CAC – o Cinturão das Águas é a maior obra de segurança hídrica do estado. O projeto prevê a construção de 1,3 mil Km de canais, sifões e túneis que levarão água para 12 bacias hidrográficas, contribuindo para a expansão da oferta de água nas regiões mais secas do Ceará. De acordo com o Ministério da Integração Nacional, a obra está orçada em R$ 1,5 bilhão, sendo R$ 1,1 bilhão de recursos federais e R$ 393,5 milhões de contrapartida do governo do estado.

Com 158 Km de extensão, o primeiro trecho do CAC vai levar água para o reservatório de Jati, Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, além de abastecer a região do Cariri, via Rio Cariús, afluente do Jaguaribe, chegando até o açude de Orós.

Comentários